Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/2398
Autor(es): Waismann, Moisés
Araujo, Margarete Panerai
Título: Capital cultural construindo o habitus religioso [capitulo de livro]
Palavras-chave: História;Religiosidade;Cultura;Religiosidade Afro-Brasileira
Data do documento: 2018
Editor: Editora Fi
Citação: ARAUJO, M. P. ; WAISMANN, M. Capital cultural construindo o habitus religioso. In: Artur César Isaia; Cleusa Maria Gomes Graebin; Douglas Eidt; Gabriela Oliveira Elesbão; Gabrielli Lucas; Giovanna Adam Ferreira; Jamily Veit Scheffer; Leonel Valdenir Moraes; Nielly da Silva Pastelletto; Tatiana Vargas Maia. (Org.). História, Cultura e Religiosidades Afro-Brasileiras: volume 2. 2ed.Porto Alegre: Editora Fi, 2018, v. 2, p. 155-164. Disponível em: https://www.editorafi.org/539historia. Acesso em: 02 dez. 2021.
Resumo: O campo da memória social incorporada representa a própria cultura, os idiomas, valores, comportamentos e produções. Bourdieu (1992) afirma que o campo religioso é o conjunto de pessoas que detém um capital simbólico específico desse campo, composto por regras, crenças, técnicas, conhecimentos, história, hierarquia. Assim, esse artigo objetiva a uma breve descrição da construção do habitus religioso levando em conta os vínculos em atividades de organizações religiosas, por níveis selecionados de escolaridade, no Brasil e em seus estados nos anos de 2008 e 2017. Metodologicamente a pesquisa foi exploratória e seus principais documentos de investigação foram os dados disponibilizados pelo Ministério do Trabalho e demais bibliografias. O artigo está dividido nessa introdução, na seção teórica, metodologia de pesquisa e apresentação dos dados. Ao final apresentam-se as conclusões e referências.
Aparece nas coleções:Capítulo de Livro (Gestão de Recursos Humanos)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
mwaismann.pdfOpen Access2.32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.