Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/1133
Título: Educação para o olhar e a formação estética: reflexões a partir do uso da rede social pelos acadêmicos do curso de fotografia
Autor(es): Teixeira, Elisabete de Freitas
Backes, Luciana
Ratto, Cleber Gibbon
Palavras-chave: Educação para o olhar
Formação estética
Fotografias
Representações
Redes sociais
Cibercultura
Data do documento: 2018
Editor: Unilasalle
Resumo: Esta pesquisa tem como temática investigativa buscar pistas sobre a educação para o olhar, assim como, a formação estética daquele que olha, a partir de produções fotográficas criadas pelos acadêmicos de fotografia e compartilhadas na mídia social Facebook. Tal temática é relevante no contexto dos estudos desenvolvidos na linha de pesquisa “Culturas, Linguagens e Tecnologias na Educação”, do Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade La Salle e o COTEDIC. O problema de investigação se apresenta do seguinte modo: Quais são as pistas sinalizadas pelos sujeitos participantes, por intermédio da utilização da rede social - Facebook - na educação para o olhar e na formação estética desses estudantes? Objetivando refletir sobre as possíveis pistas das imagens construídas e compartilhadas na mídia social como efeito da formação estética para a construção da educação para o olhar. Assim, esta Tese é desenvolvida por meio de estudo de caso, utilizando múltiplas fontes de dados que colaboram com o papel do pesquisador, pautados numa atuação crítica. A metodologia para análise de dados foi realizada por intermédio da teoria semiótica a partir das imagens e narrativas compartilhadas na rede. A cientista percorre seu caminho debruçada nas contribuições teóricas de Maffesoli, Santaella, Pierce, Fazenda, Cardoso, Goffman, Primo, Morin, Benjamin, Lévy, Lemos, Castells, Recuero entre outros para desenvolver as análises das pistas encontradas nos percursos da educação para o olhar, da formação estética e das redes sociais compartilhadas pelos acadêmicos do curso de fotografia. Articulando saberes em uma perspectiva interdisciplinar, atividades conectadas pelo espaço acadêmico e pelo grupo que instauraram diversas formas de comunicação e interação, conduzindo a reflexão, coleta e realização das análises semióticas de suas construções imagéticas. Na relação entre as experiências, vivências, convivências e conteúdos se deu a construção do conhecimento, ocorrendo a ampliação no processo criativo, desenvolveram novas maneiras de perceber, ver, olhar, sentir, significar e representar cada novo olhar. Desempenharam um papel relevante no processo educativo como aprendentes e protagonistas, compartilhando experiências que contribuíram para a construção do conhecimento. Atribuindo condições favoráveis à reflexão sobre uma educação acima da técnica como captura formativa, construíram representações de sujeitos/atores/coatores/narradores e pesquisadora, sensibilizados para olhar, criar e imaginar pelo olhar em comunhão.
URI: http://hdl.handle.net/11690/1133
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
eteixeira.pdf3,27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.