Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/1130
Título: Razões que possibilitam o exercício docente nos anos iniciais da educação básica
Autor(es): Pitta, Priscilla de Souza
Felicetti, Vera Lucia
Palavras-chave: Exercício Docente
Ciclo de vida profissional de Huberman
Carreira docente.
Data do documento: 2018
Editor: Unilasalle
Resumo: Vivemos em uma sociedade transitória, o novo já se torna ultrapassado rapidamente e a escola tenta reestruturar-se para acompanhar os novos desafios. Neste contexto educacional, os professores enfrentam diversos problemas, entre eles, a falta de limites das crianças, a nova configuração do papel da família que delega suas responsabilidades à escola, aspectos esses que provocam e desafiam a atuação do professor. Nesse ínterim, esta dissertação insere-se na Linha de Pesquisa Formação de Professores, Teorias e Práticas Educativas, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade La Salle, cujo objetivo é caracterizar as razões que mobilizam professores, atuantes nos Anos Iniciais da Educação Básica de uma escola pública e uma privada, a continuarem no exercício da docência. A metodologia, de cunho qualitativo, teve seis professoras entrevistadas em um conjunto de 26 docentes de duas realidades: 19 de uma escola privada e sete de uma pública. A análise dos dados foi pautada na Análise Textual Discursiva de Moraes e Galliazzi (2015). As categorias a priori, que fizeram parte desta dissertação, são as fases definidas de acordo com o ciclo de vida de Huberman (1989; 1990; 2000). Das cinco destas fases, a princípio cinco categorias a priori, somente três se constituíram devido à caracterização dos sujeitos, sendo elas as três primeiras: 1ª categoria a priori - Primeira fase - período de 1 a 3 anos de carreira docente; 2ª categoria a priori - Segunda fase - período de 4 a 6 anos de carreira docente e 3ª categoria a priori - Terceira fase - período de 7 a 25 anos de carreira docente. Por fim, a última parte da Análise Textual Discursiva apresenta o metatexto caracterizando a categoria emergente neste estudo, constituído do exercício da pesquisadora para entrelaçar os depoimentos e excertos das entrevistadas, em sintonia com os teóricos que sustentam esta pesquisa, bem como com as percepções desta mestranda. Na primeira categoria, o amor, o encantamento e o desejo de fazer a diferença na carreira docente foram evidentes nos depoimentos; na segunda categoria, emergiram algumas preocupações com os alunos e com o manter-se no trabalho, como também a dificuldades no dia a dia, porém demonstraram maior segurança e desprendimento do repertório pedagógico por elas desenvolvidos. Na terceira categoria, embora tenha se evidenciado maior cansaço, desmotivação e dúvidas sobre o processo da docência, houve a compreensão, por parte delas, de que essa fase é algo passageiro, pois entendem que atuam na profissão correta e que amam o que fazem. Os resultados desta pesquisa mostraram que, apesar das inúmeras dificuldades que perpassam a trajetória das professoras nos Anos Iniciais, elas seguem convictas da escolha da profissão e da responsabilidade social que têm como docentes.
URI: http://hdl.handle.net/11690/1130
Aparece nas coleções:Dissertação (Educação)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
pspitta.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.