Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/1675
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorRocha, Rafael Augusto Paes Lima-
dc.date.accessioned2021-05-27T13:37:50Z-
dc.date.available2021-05-27T13:37:50Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.citationROCHA, Rafael Augusto Paes Lima. Avaliação dos efeitos da combinação de baixas doses de naltrexona e exercício físico em um modelo animal de fibromialgia. 2019. 75 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Desenvolvimento Humano) - Universidade La Salle, Canoas. 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/1675. Acesso em: 27 maio. 2021pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11690/1675-
dc.description.abstractIntrodução: A Fibromialgia é uma síndrome de dor crônica difusa, caracterizada por alodínia e hiperalgesia, sendo o segundo maior problema reumatológico com uma prevalência de 2% a 8% da população mundial, com uma prevalência de duas mulheres para um homem. A fisiopatologia da síndrome ainda é pouco conhecida, mas sabe-se que existem alterações no Sistema Nervoso Central (SNC), causando sensibilização central e aumento no input sensorial. O uso de baixas doses de naltrexona tem mostrado significância na melhora da Fibromialgia. Quando utilizada em baixas doses, a naltrexona possui efeitos analgésicos e anti-inflamatórios. O exercício, seja ele aeróbico, de resistência ou de flexibilidade, é considerado um tratamento não farmacológico para a Fibromialgia. Estudos demonstraram que houve uma melhora geral do paciente, além da dor e função física. Objetivo: Foi avaliar os efeitos da combinação de exercício físico com baixas doses de naltrexona em um modelo animal de fibromialgia e desenvolver uma cartilha educativa de exercício físico para mulheres com fibromialgia. Materiais e Métodos: Foram usados 40 ratos Wistar onde foi aplicado o modelo de reserpina. Depois realizamos o tratamento com LDN e exercicio físico. Na realização da cartilha foi realizado um estudo descritivo, que consistiu de um levantamento bibliográfico e a confecção da cartilha propriamente dita. Resultados: a reserpina induziu o mecanismo de hiperalgesia em ratos e a combinação de LDN e exercício físico promoveu um efeito analgésico. Foi produzida uma cartilha que visa proporcionar um guia de exercícios físicos que contribuirá para a mudança do estilo de vida das mulheres com fibromialgiapt_BR
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade La Sallept_BR
dc.rightsOpen Accessen
dc.subjectFibromialgiapt_BR
dc.subjectNaltrexonapt_BR
dc.subjectExercício Físicopt_BR
dc.titleAvaliação dos efeitos da combinação de baixas doses de naltrexona e exercício físico em um modelo animal de fibromialgiapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.contributor.advisorSouza, Andressa dept_BR
dc.degree.localCanoaspt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-graduação em Saúde e Desenvolvimento Humanopt_BR
dc.publisher.countryBRpt_BR
dc.descriptionA Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP - International Association for the Study of Pain) define dor como uma experiência sensorial e emocional desagradável, associada com dano tecidual ou descrita em termos de tais danos1 . A dor crônica é definida como uma dor recorrente por mais de 12 semanas, persistindo por um tempo maior que o esperado para a cura do tecido. A dor crônica é um dos principais problemas de saúde do mundo atual, variando entre indivíduos2 . O dano tecidual gera dor nociceptiva, devido à ativação de nociceptores, que podem ser somáticos ou viscerais.pt_BR
dc.contributor.advisorcoMedeiros, Liciane Fernandespt_BR
Appears in Collections:Dissertação (PPGSDH)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
rapaes.pdfOpen Access1,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.