Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/1420
Authors: Trindade, Ana Lígia de Oliveira
Title: Identidade profissional do bailarino no Rio Grande do Sul: um estudo em memória social
Keywords: Memória social;Bailarinos;Identidade profissional;Cultura;Dança
Issue Date: 2019
Publisher: Universidade La Salle
Citation: TRINDADE, Ana L. de Oliveira. Identidade profissional do bailarino no Rio Grande do Sul: um estudo em memória social. 2019. 187 f. Tese (Doutorado em Memória Social e Bens Culturais) - Universidade La Salle, Canoas, 2019. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/1420.Acesso em: 17 set. 2020.
Abstract: Considerando o reconhecimento dos espaços de tensões que acompanham ainda hoje o profissional da dança, se delineou como objeto de estudo a identidade profissional do bailarino no Estado do Rio Grande do Sul. Esse estudo insere “identidade” na área da Memória Social com base principalmente nos autores Michael Pollak, Zygmunt Bauman, Claude Dubar, Joël Candau, e Stuart Hall. Compreende-se identidade profissional como um processo contínuo que se vincula à identidade e memória, igualmente ligada aos vínculos e sentimentos de pertencimento a uma determinada categoria ou grupo social. No processo da construção de identidade profissional está em jogo dimensões sociais e pessoais, objetivas e subjetivas, vivenciadas individualmente e com o grupo e que dão significado à profissão. Partindo do pressuposto que a identidade profissional está relacionada com experiências de formação e atuação, esta tese estabelece uma noção de identidade do bailarino profissional a partir de relatos de membros de companhias de dança sobre suas memórias e trajetórias pessoais relativas ao contexto da dança. O estudo tem por objetivo geral determinar um conjunto de informações e características pessoais e/ou profissionais que identifiquem a atual identidade do profissional bailarino no Rio Grande do Sul. Caracterizando-se como uma investigação qualitativa interpretativa, a qual expõe características de uma determinada população: diretores e bailarinos profissionais de companhias e grupos independentes de dança do Rio Grande do Sul. Metodologicamente se trabalhou com uma abordagem qualitativa de coleta de dados, utilizando como instrumentos a entrevista (roteiro semi estruturado) e o diário de campo (observação não participante), sendo que a metodologia utilizada para trabalhar com a análise das transcrições, produto das entrevistas, foi a Análise de Conteúdo segundo Laurence Bardin. Por fim, o estudo apresenta em seu desenvolvimento relações com o contexto do profissional bailarino e os teóricos de memória social. Destacamos que a identidade é uma elaboração social em permanente construção à medida que se molda conforme o contato estabelecido com a alteridade e insere-se num processo contínuo que se altera permanentemente. Tendo em consideração esse caráter de transitoriedade das configurações identitárias e das imagens do bailarino, destacase como principais resultados do estudo a apresentação de um contexto de mercado de trabalho com instabilidades que levam o artista a atividades anexas, um bailarino apaixonado pela sua profissão e a verificação do “paradoxo de Mozart” presente em muitas falas. Assim, a identidade do profissional bailarino no Rio Grande do Sul passa pelo sentido intrínseco da atividade (valores); tempo e intensidade de dedicação; e instâncias de reconhecimento e consagração (prêmios, audições, concursos e outros).
metadata.dc.contributor.advisor: Mangan, Patrícia Kayser Vargas
Appears in Collections:Doutorado Memória Social e Bens Culturais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
altrindade.pdf1.68 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.