Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11690/1179
Authors: Lume, Adriane Callegari
Title: Auto-eficácia para ações preventivas contra o Aedes aegypti: desenvolvimento e validação inicial de uma medida
Keywords: Saúde e Desenvolvimento Humano;Auto-eficácia;Promoção da Saúde;Self-Efficacy;Health promotion;Aedes Aegypti
Issue Date: 2018
Publisher: Universidade La Salle
Abstract: O presente estudo situa-se na área temática da promoção da saúde e relaciona-se com o processo de motivação a aderência de ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti. Uma das justificativas para a realização desta pesquisa foi a necessidade de estudos que descrevam a motivação para ações preventivas e de combate ao vetor em questão, vista a amplitude de problemas que são gerados a partir das doenças transmitidas pelo mosquito. Trata-se de um estudo metodológico com abordagem mista e o objetivo do estudo é criar e estimar as primeiras evidências de Coeficiente de Validade de Conteúdo da Escala de Auto-eficácia para Comportamentos Preventivos ao Mosquito Aedes aegypti. Este questionário resultou de uma etapa qualitativa de entrevista com 10 indivíduos, onde houve a identificação de ações preventivas que o indivíduo se considera capaz de realizar, a segunda etapa consistiu na validação do instrumento por meio de uma avaliação de 5 juízes. Para a constituição da escala do instrumento foi utilizada uma escala do tipo Likert graduada em três pontos. A validade de conteúdo foi calculada através do coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC) e o painel de juízes foi composto por 5 profissionais das áreas da saúde, biologia e entomologia com titulação de especialistas, mestres ou doutores. O presente estudo possibilitou a experiência e o reconhecimento da importância do desenvolvimento de instrumentos para coleta de dados de pesquisas envolvendo auto-eficácia para ações preventivas. Considera-se que os resultados do Coeficiente de Validade de Conteúdo (CVC) são adequados. O CVCt (total) quanto a pertinência e clareza foi, respectivamente, 0,82 e 0,89. Os itens que apresentaram índices abaixo de 0,80 foram mantidos, pois se entende que esses itens que compõem a versão original são importantes para a medida dos valores. Tais resultados permitem concluir que o Questionário de Auto-eficácia para Ações Preventivas ao Aedes aegyptié um instrumento válido quanto a clareza e pertinência dos conteúdos dos itens.
metadata.dc.contributor.advisor: Saldanha, Ricardo Pedrozo
metadata.dc.contributor.advisorco: Leite, José Carlos de Carvalho
Appears in Collections:Dissertação (Saúde e Desenvolvimento Humano)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
aclume.pdf2,51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.