Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11690/1115
Título: Chuva de sementes ornitocóricas e o uso de poleiros artificiais em área em recuperação sob o domínio da mata atlântica
Autor(es): Escobar, Letícia Orling Camacho
Palavras-chave: Avifauna
Dispersão de sementes
Técnica de nucleação
Data do documento: 2018
Editor: Unilasalle
Resumo: Os problemas ambientais decorrentes do uso intensivo dos recursos naturais vêm atingindo os mais diversos ecossistemas do planeta, acelerando a fragmentação de habitats naturais, atual quadro de degradação da Mata Atlântica. Diante deste cenário, tornam-se essenciais estratégias para restabelecer o processo de sucessão ecológica em paisagens fragmentadas. Técnicas de nucleação, tais como, poleiros artificiais aceleram a regeneração da vegetação, atraindo aves dispersoras de sementes. Este estudo foi conduzido no interior do município de Glorinha (29º54’55’’S; 50º49’45’’W), Rio Grande do Sul, Brasil. Buscou-se avaliar o uso de poleiros artificiais e a chuva de sementes ornitocóricas em uma área em regeneração. Foram implantados seis poleiros artificiais com varas de taquara em formato piramidal, próximos à borda de remanescente florestal e em área de pastagem abandonada. As amostragens ocorreram de julho de 2017 a fevereiro de 2018, totalizando 776 horas de observações da avifauna e 96 dias de coleta das sementes. A frequência de pousos, independentemente das espécies de aves avistadas, diferiu entre os períodos de amostragem (X2=61,12; gl=3; p=0,0001), sendo maior entre janeiro e fevereiro de 2018; já a riqueza de espécies de aves não diferiu significativamente entre os períodos (X2=2,6; gl=3; p=0,47). Os poleiros diferiram significativamente quanto ao número de sementes (H=394,5; p<0,0001) e as espécies que mais se destacaram foram Erythroxylum argentinum e Ficus cestrifolia. A chuva de sementes foi composta principalmente por espécies pioneiras e secundárias iniciais e foi mais efetiva nos poleiros localizados próximo ao remanescente florestal. Os poleiros demonstraram-se eficientes ferramentas nucleadoras, particularmente de plantas de estádios sucessionais iniciais, capazes de produzir grande quantidade de flores e frutos à fauna dispersora.
URI: http://hdl.handle.net/11690/1115
Aparece nas coleções:Dissertação (Avaliação de Impactos Ambientais)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
locescobar.pdf2,94 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.